quinta-feira, janeiro 31, 2008

Palma (MG)

Escola Estadual Artur Bernardes


Pátio da Matriz São Francisco de Assis


Vista da escada da Matriz de São Francisco de Assis

quarta-feira, janeiro 30, 2008

Boiadeiro - Cisneiros(MG)

Cisneiros(MG) - 31/12/2007

Esta foto foi tirada na esquina da Rua da Igreja com a Rua da Escola, do lado esquerdo a casa em azul é o Bar do Joel

Oficina - Angaturama(MG)

30/12/2007 17:00h

segunda-feira, janeiro 28, 2008

Ponte de Ferro - Rio Pomba - Cisneiros(MG)



Participação dos leitores

A participação dos leitores deste blog ajuda-nos a melhor sempre os artigos e a pesquisar mais. Os leitores sempre enviam sugestões de artigos, fotos e histórias interessantes.

José Santos de Oliveira do Rio de Janeiro(RJ) escreve comentando que a maioria dos leitores é de Cisneiros, então "tem que ter mais fotos de Cisneiros!!". Tenho ainda muitas fotos, estou publicando aos poucos.

Recebi um e-mail de Fernando Sérgio:

Estive em Palma, 26/01/2008, para a missa de posse do novo pároco, Padre Almir Pereira Lopes. Que apesar de ser da região (nasceu em Guidoval), nos últimos 12 anos esteve a frente da paróquia de São José Operário, na diocese de Divinópolis(MG).

E qual não foi nossa surpresa, a alegria e o carinho que fomos recebidos em Palma.

Só de Divinópolis(MG), éramos quase 100 pessoas, fora visitantes vindos de Guidoval e outras cidades vizinhas.

Mas muito me encantou a acolhida das pessoas de Palma, quando nos trataram com tal fineza, carinho e, que quando já dentro do ônibus no caminho de volta, o assunto não foi outro a não ser o amor daquele povo para conosco.

Muito obrigado por existir pessoas que se dedicam tanto as outras. Pessoas estas que às vezes jamais serão vistas outra vez; porém quando me referir a Palma pode ter certeza será com o coração agradecido

E como disse durante a celebração o bispo Dom Dário, “com o coração em brasa”, por estar perto de pessoas tão cativantes.

Parabéns Palma!!!
Parabéns a todos vocês, desta região.
Um abraço fraterno,
Fernando, Maria e Gabriel

terça-feira, janeiro 22, 2008

Antônio Carlos Ribeiro de Andrada

Filho de Antônio Carlos Ribeiro de Andrada e de Adelaide Feliciano Duarte de Andrada, nasceu em Barbacena (MG) no dia 05 de setembro de 1870.

Estudou direito em São Paulo e, na faculdade aderiu à causa republicana, fundando o Clube Republicano dos Estudantes Mineiros e filiando-se ao Clube Republicano Acadêmico.

Diplomou-se em 1891 e no mesmo ano transferiu-se para Ubá (MG), sendo nomeado promotor público.

Em seguida teve uma passagem por Palma(MG) como juiz municipal.

Sua carreira política:

Deputado federal(MG) 1911-1917
Ministro da Fazenda 1917-1918
Deputado Federal(MG) 1919-1925
Senador(MG) 1925-1926
Presidente do Estado de Minas Gerais 1926-1930
Constituinte 1934
Deputado Federal(MG) 1935-1937

Durante sua vida política sempre defendeu uma política para o café na região da Zona da Mata.

O armazém da CASEMG de Cisneiros foi construído durante seu governo e, na inauguração foi representado pelo Dr. Gudesteu Pires, secretário de Finanças.

terça-feira, janeiro 15, 2008

Praça da Matriz - Palma(MG)

Coreto da matriz de São Francisco de Assis - Palma(MG)

Próximo ao coreto da matriz

Rua próximo da matriz São Francisco de Assis - Palma(MG)

Casa antiga na Praça da Matriz - Palma(MG)

Ponte de Ferro em Cisneiros(MG)


segunda-feira, janeiro 14, 2008

Palma(MG)

Do lado da prefeitura, rua que vai para Cisneiros(MG)

Eleição municipal

Desde o ano passado já começaram as movimentações com o objetivo de formar coligações para disputar a eleição municipal deste ano.

Na última eleição, Luiz Antonio de Freitas da coligação(PSDB / PMDB / PTB / PL / PDT / PTC) venceu João Antonio da coligação(PFL / PP) por 2242 contra 2058, uma diferença de 184 votos.

Os vereadores eleitos na última eleição:


Em Palma, ainda existe uma divisão entre: "partido velho" e "partido novo", as siglas dos partidos nada representam, servem apenas como rótulos.

Fonte: os dados da votação de 2002 são do TRE-MG

Cisneiros (MG)

Ao fundo, do lado esquerdo a Ponte de Ferro e do lado direito, a Estação Nova Cisneiros

Palma(MG)



sexta-feira, janeiro 11, 2008

Os leitores do blog

A pergunta da última enquete: “Os leitores do blog são de: Cisneiros – Palma – Itapiruçú”.

O resultado:



Em enquete anterior constatou que os leitores do blog preferem ler dados históricos ao invés de atualidades.

Estou usando os números destas pesquisas para direcionar o material a continuar sendo publicado no blog.

É importante ter este retorno e também os e-mails para saber que este trabalho está tendo resultado.
Usina Hidrelétrica Barra do Braúna

A represa da UHE Barra do Braúna está sendo construída há alguns meses e, dos dois lados do Rio Pomba os trabalhos estão adiantados.

Muitos proprietários rurais já foram indenizados e os pescadores cadastrados já começaram a receber.

Alguns cisneirenses estão trabalhando na obra.

A resolução da ANEEL Nº 1071/2007 de 09/10/2007, transferiu da CAT - LEO Construções, Indústria e Serviços S.A, para a Barra do Braúna Energética S.A a concessão da Usina Hidrelétrica Barra do Braúna, no rio Pomba, municípios de Laranjal(MG) e Leopoldina, (MG), bem como anui com a transferência do controle acionário da Barra do Braúna Energética S.A, detida pela Energisa S.A, para a Brascan Energética S.A. Leia o texto completo da resolução.

A ANEEL também aprovou a alteração do cronograma devido a demora da licença ambiental:
a) início da concretagem da casa de força: 01/11/2007
b) descida do rotor da 1ª turbina: 20/08/2008
c) início do enchimento do reservatório: 07/02/2009
d) entrada em operação comercial da 1ª unidade geradora: 01/05/2009
e) entrada em operação comercial da 2ª unidade geradora: 01/06/2009
f) entrada em operação comercial da 1ª unidade geradora: 01/07/2009

Segundo estimativas, esta usina terá a capacidade de geração de 39 megawatts (MW) e exigirá investimentos por volta de R$ 120 milhões.

A previsão de conclusão dos trabalhos é o final de 2008.
Rua da Estação - Cisneiros(MG)


Rua da Estação - Cisneiros - 31/12/2007 - 18:30h

Quadra esportiva - Palma(MG)

Rua Dr. Costa Reis - Palma(MG)


quinta-feira, janeiro 10, 2008

Rua da Ponte de Ferro

Rua da Ponte de Ferro - Cisneiros(MG)

Quintal às margens do Rio Pomba, pertenceu a Nenê Mariano - Cisneiros(MG)

Fotos Angaturama

Placa indicando a estrada em direção ao Rio Pomba, onde estão as obras da barragem

Casa comercial em Angaturama, ao fundo a igreja católica

História oral e documental

Desde o início da publicação deste blog em maio de 2006, no sub-título coloquei “História oral e documental de Cisneiros, Palma e Itapiruçú(MG)”, embora não seja seja historiador capacitado, é uma maneira que achei mais adequada para não enganar quem está lendo.

A metodologia da história oral tem suas imperfeições, principalmente devido a credibilidade. Ao entrevistar uma pessoa que participou de um evento histórico ou dele adquiriu informações, com certeza haverá a falta de precisão. Cabe ao historiador, mesmo amador, colidir estas informações, compará-las com fontes documentais e outras pessoas. O importante é mostrar as contradições e assim através deste confronto chegar ao que realmente ocorreu.

Existem historiadores que não valorizam a parte oral, confiando somente em documentos, acontece que estes também são produzidos muitas vezes tendo como base a forma oral, sendo que muitos autores não informam isto. O historiador britânico, Edward Hallet Carr (28/06/1892– 03/11/1982) escreveu: "...nenhum documento pode nos dizer mais do que aquilo que o autor pensava – o que ele pensava que havia acontecido, queria que os outros pensassem que ele pensava, ou mesmo apenas o que ele próprio pensava pensar. Nada disso significa alguma coisa, até que o historiador trabalhe sobre esse material e decifre-o."

Por documentos, temos diversas fontes: livros, registros de cartório, jornais, revistas, panfletos, etc. E em muitos destas a enfase maior é a visão de quem está escrevendo. Nem mesmo os registros oficiais escapam da imprecisão, a transação de compra e venda, por exemplo, pode ter os dados financeiros manipulados para evitar um pagamento maior de impostos, entre outras situações.

A passagem mais interessante da Bíblia é aquela em que Cristo diz a Pilatos ser a verdade ao qual Pilatos retruca: "Qual verdade?" Os fatos podem ter milhões de versões e, pior, nenhuma delas reproduzir o que realmente aconteceu. Os acadêmicos tentam com suas teorias colocar um pouco de ordem nisso. Existe um dito de que a história que fica é dos vencedores. Acho que não e sim dos que deixam registrados os melhores argumentos.

Existiu uma época no Brasil em que tinha a separação entre a palavra “estória” e “história”. É preciso ler os livros de história sabendo que o escritor introduziu ali muitos elementos de ficção e quase sempre de mitologia, recurso muito utilizado em filmes históricos.

Ray Raphael em seu último livro “Mitos Sobre a Fundação dos Estados Unidos” discute este assunto e com ele mesmo diz os boatos, as fábulas são boas demais para não serem contadas.

Historiador não escreve para historiador e sim para todo tipo de público e se em seu trabalho não forem colocados elementos interessantes, o livro ficará empoeirando a espera de outro pesquisador.

Para confirmar isto, temos o nosso maior herói, o Tiradentes. Como na época não existia máquina fotográfica, manipularam sua imagem, colocando-o como se fosse Cristo. O próprio Cristo é uma ficção, normalmente a imagem dele é de cabelos loiros e azuis e isto, se ele realmente existiu, não diz a verdade.

A independência do Brasil com Dom Pedro I empunhando uma espada com roupa de gala e tudo mais. O ato heróico da Princesa Izabel ao assinar a Lei Áurea, Getúlio Vargas como pai dos pobres, etc. A história do Brasil então, tem muita coisa que não é séria. E a maioria de tudo isto foi escrita por acadêmicos.

Utilizo para escrever este blog os dois métodos: o oral e o documental. Existem poucos livros que citam a história de Palma e também muitos documentos desapareceram com o decorrer do tempo e faltando isto, o historiador precisa recorrer a entrevistas para preencher esta lacuna. E muitas vezes por meio de entrevistas descobre-se fatos e fica mais fácil encontrar os documentos.

O importante é deixar registrada a história de nosso povo e nossa terra para as gerações futuras e, como diz o ditado popular: “povo sem história é um povo sem futuro”.

quarta-feira, janeiro 09, 2008

Fotos de Palma(MG)

Chegada a Palma, vindo de Laranjal(MG)

Associação Recreativa Palmense (ARP)

Rua Oscar Rodrigues de Paula


Asilo de Palma(MG)

Pátio em frente a Matriz de São Francisco de Assis - Palma(MG)

Valtinho

Valtinho

O Valtinho é uma das figuras de Palma, sempre com seu jeito brincalhão e seu bordão "bú-bú".

Suas histórias, até mesmo as trágicas, é impossível não dar boas gargalhadas.

Bom de copo, diz que agora parou de beber e, no final do ano passou só a Coca-Cola.

Calçadão - Rua Dr. Victor Ferreira - Palma(MG)


Praça Getúlio Vargas - Palma(MG)

Escritório Cia.Força e Luz Cataguases-Leopoldina

Praça Getúlio Vargas

Praça Getúlio Vargas

Coisas do passado

Bomba manual de puxar água. Cisneiros, sítio do Retiro - 30/12/2007.


Fogão de lenha, usado para fritar carne de porco e fazer doces, com tachos de cobre. Cisneiros, sítio do Retiro, 30/12/2007