quinta-feira, maio 17, 2007

Escrevendo a história

Semana que vem, este blog completa um ano na rede. A idéia surgiu em trocas de mensagens no orkut com a Ana Clara Fagundes Finamore Frederic.

Comecei a escrever os primeiros textos e não esperava que teria fôlego e material para manter a publicação. Mas fazendo um pouco a cada semana e mês, vamos escrevendo e contando a história da nossa terra.

Por volta de 1984, quando publicava um jornalzinho - inesquecível "O Porta-Voz Cisneirense" -resolvi escrever um artigo sobre a história da fundação de Cisneiros. Como não tinha material, procurei a Adelaide Guedes no cartório. Ela foi muito atenciosa e forneceu-me algumas informações sobre a fundação e sobre o Dr. Costa Reis. Desisti de escrever o artigo pela falta de base sólidas nos dados.

Já em 1986, resolvi pesquisar a história do município de Palma com o objetivo de escrever um livro. Na época fiz diversas visitas a cidades da região: Recreio, Cataguases, Leopoldina e Juiz de Fora. Em Cataguases, nesta época Jorge Araújo estava organizando o arquivo pública da prefeitura e lá consegui ter acesso a importantes documentos da Câmara Municipal e registros de notas antes de 1890. Por carta, consegui muitas informações da Biblioteca Nacional e Arquivo Nacional do Rio de Janeiro.

Estive também na paróquia de Palma e Recreio e consegui registros de nascimentos e casamentos que confirmava aproximadamente a época da chegada das diversas famílias que povoaram o município.

Desde criança, em casa, ouvia histórias da minha avó Turca, sobre a ocupação das margens do Rio Pomba, onde hoje está Cisneiros. As que mais gostava de ouvir era sobre Firmo de Araújo e que sem dúvida é o maior personagem de nossa história. Firmo de Araújo era uma pessoa determinada a fazer tudo que queria e seu objetivo maior era fazer de Palma cidade e também uma grande cidade. Pelo jeito de ser tinha muitos amigos e mais ainda inimigos. Na realidade, hoje Firmo de Araújo além de um personagem historio, tornou-se uma lenda. É quase impossível descobrir se tudo que contaram e ainda contam sobre ele era verdade. Em 1981 fiz a tentiva frustrada de escrever um romance histórico onde a trama girava em torno de Firmo de Araújo.

Agora uma coisa é certa: ele praticamente fez Palma. Depois de sua morte, os que passaram mantiveram sua obra, a cidade não avançou mais.

Neste um ano de blog, muitos fatos nebulosos foram esclarecidos e outros, acredito que ainda o serão.

A colaboração de muitas pessoas que amam o nosso município está permitindo que esta história esteja sendo escrita.

E aqui continuamos.

Nenhum comentário: