quinta-feira, agosto 03, 2006

Consulta a Faculdade da Bahia

Informações obtidas através consulta direta feita na Faculdade de Medicina da Bahia, por gentileza da funcionária Eliane, nos registros dos ex-alunos Affonso Arthur Cisneiro de Albuquerque e Bernardo Tolentino Cisneiro da Costa Reis no dia 02/08/2006. O nome de Affonso Arthur surgiu a partir de informação colhida no blog de Joaquim Ricardo Machado, http://www.joaquimrmachado.blogspot.com/, como de um amigo que se formou na Faculdade de Medicina da Bahia no mesmo ano que o Dr Bernardo.

AFFONSO ARTHUR CISNEIRO DE ALBUQUERQUE, nascido em 25 de março de 1847, em Pernambuco, mas em localidade não indicada, filho legítimo do Dr. Duarte Coelho de Albuquerque Mello e de D. Maria das Mercês Cisneiro de Albuquerque; formado em medicina pela Faculdade de Medicina da Bahia no dia 16 de dezembro de 1871, tendo defendido tese de título "Cirrhose do Fígado".
A tese, impressa em 1871 encontra-se em excelente estado de conservação, sendo o exemplar existente na Biblioteca da Faculdade autografado pelo próprio autor e dedicado a um colega seu de turma.
Não foi possível obter cópia do documento que pode sómente ser fotografado mas extraímos do mesmo algumas informações que julgamos de interêsse. As primeiras páginas contêm inúmeras dedicatórias, homenagens e agradecimentos do formando a várias pessoas, familiares, colegas, amigos, etc, dentre as quais selecionamos algumas:
A primeira menção é para seu pai, o Dr. Duarte Coelho de Albuquerque Mello a quem presta homenagem e revela ter falecido quando êle, Affonso teria cerca de um (1) ano de idade. Em seu leito de morte o pai teria pedido ao Major José da Silva Cisneiro Guimarães, tio de Affonso, que zelasse pelos filhos;
Affonso homenageia também seus irmãos, três (3), citando-os nominalmente, Maria das Mercez Cisneiro de Albuquerque, mesmo nome da mãe mas com grafia diferente do Mercês (cez), Duarte Coelho Cisneiro de Albuquerque, mesmo nome do pai, e José Arthur Cisneiro de Albuquerque. Observa-se que o sobrenome Mello não foi adotado nos filhos.
Homenageia também a Sra. D. Leopoldina de Siqueira Cavalcanti, sem citar qualquer parentesco;
Homenageia o padrinho, Dezembargador Affonso Arthur de Almeida Albuquerque, sem citar qualquer parentesco;
Também um amigo, Sr. Severino de Siqueira Cavalcanti;
Mais uma homenagem ao primo e amigo Joaquim Israel de Cisneiro;
Cita em particular alguns colegas de turma, dentre êles, Bernardo Tolentino Cisneiro da Costa Reis.

BERNARDO TOLENTINO CISNEIRO DA COSTA REIS, nascido em 28 de janeiro de 1847, em Pernambuco, mas em localidade não indicada, filho legítimo do Coronel Bernardo Tolentino Manso da Costa Reis e de D. Maria Antonia Cisneiro da Costa Reis; formado na Faculdade de Medicina da Bahia também em 1871, tendo defendido tese de título "Cancro no estomago".
A tese, também impressa em 1871, econtra-se em muito bom estado, entretanto nas páginas iniciais não contém a abundãncia de homenagens e citações como a de seu colega Affonso;
A primeira menção, de destaque nos leva a concluir que em 1871, por ocasião de sua formatura o Dr. Bernardo já havia perdido ambos os progenitores;
Homenageia um cunhado, o Dr. Manuel Thomaz B. Corte Real;
Destaca entre os amigos e colegas, os nomes de Affonso Arthur Cisneiro de Albuquerque e Joaquim Israel Cisneiro, amigo comum portanto.
Tinhamos a esperança de, através do Dr. Affonso Arthur, e de seus pais pudessemos voltara a Pernambuco e mais próximos de nosso ancestral Joaquim Theodoro, devido ao mesmo sobrenome de ambos, Cisneiro de Albuquerque, ou Cisneiros de Albuquerque. Suspeitávamos que pudesse ser um parente mais próximo e é possível que seja. Fica difícil fazer uma ligação direta devido a ligação ser, de ambas as partes ou ramos, através do costado materno;
Uma primeira análise e confrontação desses novos dados com o que já conheciamos, nos levou imediatamente a encontrar um ponto comum no pai de Affonso, o Dr. Duarte Coelho de Albuquerque Mello, que foi indicado por meu pai Amador Cysneiros do Amaral, de próprio punho na página 82 do livro "História da Faculdade de Direito do Recife" escrito por Clovis Bevilaqua, 1ª edição de 1927, como sendo parente. O Dr. Duarte Coelho bacharelou-se pela Faculdade de Direito do Recife em 1842.

Elaborado por Amauri Cysneiros do Amaral em Salvador, BA, no dia 02/08/2006

Nenhum comentário: