quarta-feira, agosto 02, 2006

Os filhos do Dr. Bernardo Cysneiro

Pelo certidão de óbito, consta que o Dr. Bernardo Cysneiro da Costa tinha 9 filhos, mas não cita seus nomes. Cruzando dados de procurações, certidões de nascimento cheguei aos seguintes nomes:

- Bernardo Cysneiro da Costa Reis Júnior, farmacêutico, residente no Rio de Janeiro
- Henrique Cysneiro da Costa Reis
- Alvaro Cysneiro da Costa, casado com Judith Rezende, lavrador residente em Providência
- Antonio Cysneiro da Costa Reis, farmacêutico em Morro Alto
- Elvira Cysneiro da Costa Reis, casada com Mário e tabelião em Rio Pomba(MG)
- Julieta Cysneiro da Costa Reis, casada com Raul Rezende, lavrador residente em Providência(MG)
- Adelaide Cysneiro da Costa Reis
- Maria Cysneiro da Costa Reis, casada com Admár Guedes Pinto, escriturário da estrada de ferro em Campos(RJ)
- Annita Cysneiro da Costa Reis (ou Anna)
- Brazilia Renault ficou esta dúvida, pois na conversa com a Annamaria Cysneiros no dia 24 de julho, ela recebeu a informação do nascimento de Brazilia como filha do Dr. Bernardo, informação passada por Nilza Cantoni, pesquisadora da história de Leopoldina. E todos os documentos oficiais, como do arrendamento e da venda não citam a Brazilia, e sim todos os demais acima. Se fôr filha, isto é bastante estranho.

Outro detalhe: o Admár Guedes Pinto era filho do major João Guedes Pinto, casado com Dejanira de Mattos Guedes Pinto. A Dejanira era filha do major José da Costa Mattos, sócio e gerente da fazenda "Aliança". E no casamento é citado que Admár tem parentesco pelo lado materno.

E o Pedro Renault, escrivão e dono de hotel, era casado com Dona Cecília Magalhães Renault que é nome de rua de Cisneiros. Ainda não descobri o motivo desta homenagem, visto que este nome existe desde por volta de 1900. E a esposa do Pedro Renault era parente de Dona Julieta Magalhães da Costa Reis.

Nas minhas anotações, achei um documento de 16/05/1896 em que o Dr. Bernardo Cysneiro asssinou atestado do falecimento de Antonio Pinto de Magalhães, com 80 anos, de marasmo senil, viúvo, naturalizado, era português. Foi casado com Dona Ana Cecília de Castro Magalhães. Será que este Antonio Pinto de Magalhães tinha algum parentesco com dona Julieta?

Nenhum comentário: