segunda-feira, julho 10, 2006

Firmo Ferreira Leite

Em 04/08/1924 às 19:30, o major Firmo Ferreira Leite é assassinado. Contam que este já estava deitado quando o chamaram. Ao sair na varanda por estar escuro perguntou quem era e uma voz perguntou: "quem venceu aquela demanda em Campelo?". Firmo Leite respondeu de pronto: "claro que fui eu", então a voz disse: "então vence esta". E vários tiros foram disparados. No dia seguinte, Miguel Ragone, cunhado de Firmo compareceu ao cartório de Cisneiros e declarou ao escrivão Octavio da Costa Mattos o assassinato e apresentou um atestado assinado por: Antonio Alexandre, subdelegado de polícia; Francisco de Paula Medina, farmacêutico; e Antonio Josino Finamore, perito.
Firmo Ferreira Leite tinha 59 anos e casado com Dona Porcenia Ragone Leite e deixou os filhos: Geralda, Everaldo, José, Prudêncio, menores de idade. A Dona Porcênia estava grávida e depois de seis meses, nasceu Afonso. De seu primeiro casamento deixou: Anysio e Emiliana. Foi enterrado em Itapiruçú.

Um comentário:

Brenda Machado disse...

Nossa...eu sabia que meu bisavõ tinha sido assassinado. Só não sabia que tinha sido assim.