domingo, julho 16, 2006

Joaquim Batista Ferreira

Da esquerda para direita: Joaquim Batista Ferreira, Maria Luzia de Souza Ferreira e Joaquim Ricardo Machado. Foto de 1981.

A casa fica do outro lado da Ponte Preta e geograficamente pertence a Itapiruçú, sendo mais próxima de Cisneiros.
Moram neste lugar desde que casaram por volta de 1950 e sempre trabalhando com pecuária leiteira e agricultura.
Joaquim Batista conta que conseguiu comprar vários alqueires das terras vendendo limão galego em Recreio, indo à tarde pelo expresso, da estrada de ferro Leopoldina. Inclusive os trilhos desta ferrovia passam na frente desta casa da foto.
Maria Luzia adora flores e como na foto pode-se ver o lindo jardim e além disso conhece bem como cultivá-las.
A roda d'água, um ponto turístico dos cisneirenses, mandada instalar por Joaquim Batista por volta de 1976 para fazer a irrigação das plantações de arroz. A roda d'água foi construída em uma metalúrgica em Aperibé e transportada até aquele local pelo trem. A metalúrgica mandou alguns funcionários para fazer a instalação e passados alguns dias, um deles de madrugada sem avisar foi embora. Quando apareceu, alegou que estava com saudade da família.

Nenhum comentário: