sábado, julho 29, 2006

Ponte de Ferro

Walmy Finamore, pai da Ana Clara Fagundes Finamore Frederic têm razão, o nome correto da ponte do trem de Cisneiros é Ponte de Ferro. Encontrei o seguinte registro no cartório em 16/01/1910, onde o Major José da Costa Mattos vende a seu irmão Nicolau da Costa Mattos um terreno de mais ou menos doze alqueires com as seguntes divisas:

Partindo da Ponte de Ferro sobre o Rio Pomba seguirá acompanhando a linha da Estrada de Ferro Leopoldina pelo lado direito, até encontrar o engenho central de propriedade do Cidadão Custodio da Costa Fagundes e antes, do engenho oito palmos descerá em linha reta até o ribeirão Capivara, seguindo a direita deste até a sua barra, e daí pela margem do Rio Pomba até a já referida ponte.

O major José da Costa Mattos foi representado por Custodio Fagundes da Costa, conforme procuração, visto que o major residia nesta época em Além Paraíba. Extraído do Livro de Notas de Cisneiros Nº 07 às folhas 36 e 37.

Nota-se que o escrivão cometeu um equívoco colocando o nome Custodio da Costa Fagundes, quando o correto, conforme observou bem Ana Clara Fagundes Finamore Frederic, é Custodio Fagundes da Costa.

2 comentários:

Ána Clara Fagundes Finamore Frederic disse...

Acabou a dúvida do nome da ponte mas me surgiu outra. Tem o nome Custódio da Costa Fagundes no texto, eu tinha um tio-avô com o nome Custódio Fagundes da Costa, seria o mesmo? e o nome está invertido?

Joaquim Ricardo Machado disse...

Fiz uma observação no post que o escrivão cometeu um equívoco.